Você está em: Página Inicial >> Noticias >> Operario

Média de torcedores do Operário cai em 2014

Média de torcedores do Operário cai em 2014 - Foto: Thiago Terada
Foto: Thiago Terada

Durante o Campeonato Paranaense deste ano baixou a média dos torcedores do Operário que acompanharam o alvinegro de Vila Oficinas, comparando com os números da primeira fase do ano passado. Tanto em 2013 quanto em 2014 foram disputadas seis partidas no Germano Krüger. No Campeonato Paranaense de 2013 a média da primeira fase foi de 3.018,5 torcedores. No Paranaense de 2014 a média foi de 2.161,16, 857 torcedores a menos que no ano passado, não considerando o público e a renda do descenso. As informações sobre o público e renda das partidas foram retiradas das súmulas presentes no site da Federação Paranaense de Futebol.

Com menos torcedores o valor da arrecadação foi menor, o valor bruto nas partidas da primeira fase do campeonato neste ano foi de cerca de R$ 268 mil, comparando com a do ano passado o valor da primeira fase do Paranaense foi por volta de R$ 400 mil. Na primeira partida do ano passado, no dia 20 de janeiro, contra o Coritiba, eram 5.103, já na o na estreia do campeonato este ano, no dia 19, contra o Toledo eram 3.333 torcedores. O valor do ingresso da estreia no ano passado era de R$ 60. Este ano o valor do primeiro jogo foi R$ 30.

Este ano o clube tinha o diferencial do programa "sócio-torcedor", que não existia em 2013. O programa de sócio era dividido em três: Ouro onde o torcedor pagava R$ 100 mensais e acompanhava as partidas da arquibancada coberta, na prata era R$ 40 com direito a ingressos para as partidas e na bronze era R$ 20, mas sei o direito do ingresso. Hoje o programa atende a 417 sócios.

No decorrer do campeonato o número de torcedores foi diminuindo, depois da partida contra o Paraná Clube, em que o Operário perdeu de 3 a 1, no jogo seguinte,contra o Arapongas, o público baixou para 1503. Na primeira partida da primeira fase, foram 3.333, já contra o J.Malucelli, último jogo da primeira fase, foram 1.629 torcedores alvinegros. O presidente da torcida organizada "Trem Fantasma", Alexandre Hornung, acredita que a campanha do Operário durante o campeonato contribuiu para a queda neste número. "Você pode ver, a torcida é o termômetro do time, se o time tem uma campanha ruim, eles não vão acompanhar, a não ser que seja apaixonado. O Operário perdeu gerações de torcedores quando parou e não é fácil cativar uma nova, é preciso ter motivos para acompanhar, ninguém quer ir ao estádio para ver o time perder", explica o torcedor.

Fonte Diário dos Campos - Rafaela Serrato


divulgue o futebolparanaense.net facebook twitter Compartilhe



Enquete

O Coritiba acertou em renovar com o técnico Carpegiani?
Sim
Não



Total de votos: 726

Ver resultados parciais

Coloque as noticias do futebolparanaense.net no seu blog
Google+ FACEBOOK TWITTERRSS