Você está em: Página Inicial >> Noticias >> Coritiba

PM define esquema de segurança para jogo entre Coritiba e Vasco

PM define esquema de segurança para jogo entre Coritiba e Vasco - Foto: Geraldo Bubniak - arquivo
Foto: Geraldo Bubniak - arquivo

Curitiba será uma das cidades que receberão um dos jogos da última rodada do Campeonato Brasileiro no próximo domingo (06), às 17h. A partida entre Coritiba e Vasco da Gama, no estádio Major Antônio Couto Pereira, receberá um policiamento reforçado pela Polícia Militar, sob a coordenação do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), do 1º Comando Regional da PM (1º CRPM), para evitar qualquer tipo de depredação ao patrimônio público, tumultos e rixas entre torcedores. Todos os batalhões da Polícia Militar de Curitiba participam do esquema de segurança, além das unidades especializadas.

As forças de segurança pública também intensificarão a fiscalização nos arredores e na entrada do estádio para coibir a venda de bebidas alcoólicas. Equipes policiais reforçarão as revistas pessoais nos acessos ao Couto Pereira em apoio aos seguranças particulares para evitar a entrada de materiais ilícitos que possam ser utilizados como instrumentos de agressão dentro do estádio.

Ficou acertado na reunião que a torcida organizada do Vasco será escoltada pelas equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) desde a chegada ao Paraná até a chegada em Curitiba (PR), e depois no retorno até o limite entre Paraná e São Paulo.

Os policiais militares do BPTran farão 16 pontos de bloqueio em torno do estádio, delimitando o acesso somente para os moradores e pessoas com ingresso. Para evitar tumultos, o major orienta os motoristas que evitem circular na região e procurem trajetos alternativos. Também é recomendado que as pessoas cheguem cedo ao estádio a fim de evitar filas e que também colaborem com a Polícia Militar na saída após o jogo, respeitando as orientações dos policiais militares.

Além do 12º BPM, atuarão na operação o 13º, 20º e 23º Batalhões da PM (BPMs), o Batalhão de Operações Especiais (BOPE), o Regimento de Polícia Montada (RPMon) e o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran). As Rondas Ostensivas Tático Móveis (ROTAMs) e Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (ROCAMs) das unidades apoiarão os efetivos policiais nas imediações do estádio com abordagens e fiscalizações.

As equipes hipomóveis também atuarão nos acessos ao Couto Pereira e as equipes do Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (GIRO) complementam o forte esquema de segurança. “Todo o policiamento foi planejado para ser mais robusto do que seria para um jogo comum, especialmente porque a torcida do Vasco esta trazendo uma preocupação suplementar devido a condição do time na tabela do campeonato. As atividades serão em focadas na prevenção aos crimes, mas estes, caso aconteçam, serão reprimidos e os envolvidos, presos”, explicou o Subcomandante do 12º BPM, major Alex Erno Breunig.

Para tanto, além da Polícia Militar, outros órgãos de segurança pública também estarão atuando no dia do jogo. O Delegado-Chefe da Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (Demafe), Clóvis Galvão, afirmou que haverá juizados criminais para que os delitos sejam julgados no local. “A Policia Civil estará em apoio à PM e à Guarda Municipal, inclusive providenciaremos a instalação de juizados criminais”, disse.

Outras dicas são importantes para a segurança pessoal de todas as pessoas. “Não ostentar grandes valores sem dinheiro, joias e celulares. As mulheres que entrarem com bolsa que a coloquem na parte frontal do corpo e quem levar crianças que tome atenção redobrada para evitar sumiços”, destacou o major Breunig.

O doutor Clóvis complementa que os órgãos de segurança estarão preparados para atuar caso haja tumultos e brigas. “Nós torcemos para que tudo ocorra da melhor forma possível, que ocorra a paz, que as pessoas que vão torcer pelos seus times possam curtir suas paixões sem promover arruaça e tumulto por que se houver, nós estaremos preparados para reprimi-los”, complementou o delegado Clóvis.

Estiveram presentes na reunião o Subcomandante do 12º BPM, major Alex Erno Breunig, o delegado chefe da Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (Demafe), Clóvis Galvão, a representante do Ministério Público, promotora Fernanda da Silva Soares, o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Lúcio Flávio Marins, integrantes da Secretaria de Urbanismo, da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran), da Guarda Municipal e oficiais das unidades da Polícia Militar que atuarão no esquema de segurança.

Fonte Assessoria de Imprensa - PMPR


divulgue o futebolparanaense.net facebook twitter Compartilhe



Enquete

O Coritiba acertou em renovar com o técnico Carpegiani?
Sim
Não



Total de votos: 929

Ver resultados parciais

Coloque as noticias do futebolparanaense.net no seu blog
Google+ FACEBOOK TWITTERRSS