Você está em: Página Inicial >> Noticias >> Parana

Hélcio Alisk deixa o Paraná Clube

Hélcio Alisk deixa o Paraná Clube - Foto: Geraldo Bubniak - arquivo
Foto: Geraldo Bubniak - arquivo

O jogo desta sexta-feira (25) – na Vila Capanema – frente ao Tupi de Juiz de Fora – marcou a despedida do superintendente de futebol Hélcio Alisk. O profissional confirmou seu desligamento do clube para retornar às atividades como agente de atletas. “Esta era uma situação acordada anteriormente. Sempre destaquei a necessidade de o Paraná Clube profissionalizar seu departamento de futebol. Nestes pouco mais de cinco meses à frente do clube, fiz o possível para que ao menos fechássemos a temporada livres do descenso”, resumiu Hélcio.

Com histórico de conquistas vestindo a camisa do Paraná, o ex-volante lembra que foram muitos obstáculos suplantados neste período. “Tivemos que reorganizar o elenco. Havia uma série de pendências e a mudança era inevitável”, reconhece. Foi na sua gestão que o Paraná efetivou as rescisões dos contratos do meia Marcelinho e do atacante Robert. “Buscar uma reposição naquele momento da temporada e com as já reconhecidas limitações financeiras do Paraná foi uma tarefa árdua. Também cometemos erros. Mas, no final, o saldo que fica é a permanência do clube na Série B”.

Algumas situações atrapalharam significativamente a caminhada do Paraná. Em especial, as saídas de três jogadores que davam sustentação à equipe. Casos dos volantes Jean e Basso e do atacante Robson, ainda artilheiro do time na Série B do Campeonato Brasileiro. “Foram situações complicadas, que geraram muito desgaste. Os três já não tinham cabeça para jogar pelo Paraná e tivemos que encontrar soluções para que o clube ao menos recebesse alguma compensação financeira. Diante do cenário, creio que fomos bem sucedidos”, afirma. “Poderia enumerar uma série de outras dificuldades, mas não vem ao caso. Passou”.

Com o fim deste ciclo, Helcio Alisk volta a empresariar jogadores de futebol, com portas abertas no Paraná. “Nunca escondi que assumi a superintendência de futebol atendendo a um pedido do Carlos (Werner) e do Leonardo (de Oliveira). Era uma situação passageira, que agora chega ao fim. Acertei, errei, mas posso garantir ao torcedor que fiz o meu melhor para ajudar o clube”, disse.

“Nunca tive a pretensão de ser um executivo e sempre deixei claro a necessidade de o Paraná buscar esse profissional no mercado. Estou saindo com o sentimento do dever cumprido”, emendou. “Desejo boa sorte àqueles que estão chegando, na certeza que o Paraná Clube tem uma camisa de muito peso e uma história que pode voltar a ser de grandes conquistas”, concluiu Hélcio Alisk.

Fonte Assessoria de Imprensa


divulgue o futebolparanaense.net facebook twitter Compartilhe



Enquete

O Coritiba acertou em renovar com o técnico Carpegiani?
Sim
Não



Total de votos: 938

Ver resultados parciais

Coloque as noticias do futebolparanaense.net no seu blog
Google+ FACEBOOK TWITTERRSS