Você está em: Página Inicial >> Noticias >> Operario

Operário volta a Foz em nova decisão

Operário volta a Foz em nova decisão -

Neste domingo o Operário volta a jogar no Estádio do ABC, na cidade de Foz do Iguaçu. Em 2008 era a última partida da Divisão de Acesso e o Fantasma precisava de um empate para conquistar a vaga na 1ª Divisão. Faltaram poucos minutos, mas a marcação de um pênalti e o abandono de campo acabaram com o sonho. Agora, nesta temporada, o time vai para uma decisão contra o AFA/Foz (que não é a mesma equipe da disputa do ano passado), mas ainda não sacramenta a sua posição no campeonato neste jogo, mesmo com um resultado positivo. Depois do duelo de hoje, às 15h30, o time terá ainda mais três partidas pela frente, sendo apenas uma em Ponta Grossa.

Do grupo que esteve na batalha de 2008, poucos restaram. Além dos dirigentes, ficaram apenas o volante Lucas e o goleiro Filipe, os dois que atuaram naquela partida. Uma situação bem diferente, mas que não deixa de remeter àquela decepção. Questionado sobre como a derrota na temporada passada pode afetar o elenco, o treinador Norberto Lemos, que chegou nesta semana ao clube e já estreou com vitória (1 a 0 sobre o Serrano), diz que inevitavelmente a decepção volta à memória - principalmente do torcedor. "Vamos trabalhar isso, mas momentos antes da partida, pois pode ser que isso mexa com os atletas. Mas sabemos que tudo foi feito para garantir um bom resultado. Sabemos que será difícil, mas temos um baita potencial", diz. "Pode ser que esse jogo de domingo seja o jogo que faltou no ano passado", complementa o treinador.

Sobre os reflexos da partida de quarta para essa nova final, ele destaca que aprovou a movimentação e a dedicação. "O que me agradou foi a vontade de vencer e de criar várias oportunidades", comenta, ao ressaltar que serão buscadas alternativas para evitar também a repetição de erros cometidos na primeira vitória sobre o seu comando.

Para Felipe, é preciso superar trauma

Retornar para a cidade de Foz do Iguaçu é um verdadeiro filme que volta à cabeça do goleiro Filipe. Ele era o titular naquela 'final' contra o Foz do Iguaçu, na cidade das fronteiras, e hoje segue para mais um desafio, agora na reserva de Danilo.

"Não sei se era uma situação parecida porque a gente precisa de apenas um empate. Esse ano bastante coisa mudou, pois ainda teremos mais três jogos depois deste. Mas, é mesmo um filme que passa na cabeça. É tentar esquecer, se concentrar e buscar os três pontos", ressalta o goleiro, que diz estar preparado para uma chance, assim como aconteceu justamente no ano passado - quando ele se lesionou e Dida entrou em seu lugar.

Fonte: Jornal da Manha - Alexandre Costa


divulgue o futebolparanaense.net facebook twitter Compartilhe



Enquete

O Coritiba acertou em renovar com o técnico Carpegiani?
Sim
Não



Total de votos: 938

Ver resultados parciais

Coloque as noticias do futebolparanaense.net no seu blog
Google+ FACEBOOK TWITTERRSS